11 de jan de 2012

A Linguagem das Flores - Vanessa Diffenbaugh

Editora: Arqueiro
Páginas: 304

Victoria sempre foi uma menina temperamental e carrancuda. Por causa de sua personalidade difícil, passou a vida sendo jogada de um abrigo para outro, até ser considerada inapta para adoção. Ainda criança, se apaixonou pelas flores e por suas mensagens secretas. Quem lhe ensinou tudo sobre o assunto foi Elizabeth, uma de suas mães adotivas, a única que a menina amou e com quem quis ficar... até pôr tudo a perder. Aos 18 anos e emancipada, ela não tem para onde ir nem com quem contar. Quando uma florista local lhe dá um emprego e descobre seu talento, a vida de Victoria parece prestes a entrar nos eixos. Mas então ela conhece um misterioso vendedor do mercado de flores e esse encontro a obriga a enfrentar os fantasmas que a assombram.





“– Acredito que você também pode provar que todos estão errados, Victória.            Seu comportamento é uma escolha, não quem você é de verdade”. Pág 45


Victoria Jones é uma garota complicada, foi criada durante toda a vida em abrigos ou casas de família que logo a mandavam embora por seu gênio temperamental. A única mãe que conquistou o coração da pequena Victoria chamava-se Elizabeth, mulher forte, apaixonada pelas flores e pelas mensagens que elas  transmitiam. Com o tempo a menina também se apegou a linguagem das flores, descobriu que cada uma delas possuía um significado próprio e aquilo a fascinava. Mas os erros persistiam em tomar conta do caminho da jovem. Cometou atos quase imperdoáveis e pôs tudo a perder, inclusive a única mãe que amou na vida...

Quando completou 18 anos foi emancipada e seguiu com sua vida completamente sozinha. Passava as noites numa praça pública admirando as flores que plantara e comendo restos de comida deixadas em restaurantes próximos. Vivia assim tristemente, até que certo dia a sorte resolveu visitá-la. Uma florista local acabou descobrindo o talento de Victoria com as flores e deu a ela um emprego na floricultura. 

Victoria trabalhava com prazer, criando arranjos, buquês e atendendo clientes. Pôde ver sua vida seguindo um rumo tranquilo pela primeira vez... Até conhecer um misterioso garoto, vendedor do mercado de flores, que fará a jovem enfrentar seus maiores medos e descobrir coisas que ela mesma acreditava serem impossíveis.

Comecei a leitura com um pé atrás, sinceramente eu não estava muito empolgada para ler, mas insisti. As primeiras páginas foram cansativas e me assustei com a personalidade da personagem principal. Ela é diferente de todas as outras que já li na vida, possui um gênio muito forte e um jeito próprio de ver a vida. Algo nela que me chamou muito a atenção é que ela não gosta de ser tocada...

A cada página fui descobrindo um pouco mais sobre essa garota tão intrigante e notei que estava gostando da historia justamente por ser diferente de tudo o que eu ja conhecia. Percebi que Victoria era mais do que uma garota fria, e fui me encantando com o livro.

Eu não conhecia nada sobre a linguagem das flores, então aprendi diversas curiosidades durante a leitura. Nas últimas paginas do livro a autora criou um mini dicionário citando o nome da flor e seu significado, achei a idéia super bacana!

O final da trama é maravilhoso, obviamente nao vou dizer o  que ocorre mas posso ressaltar que é surpreendente. "A linguagem das Flores" me pegou desprevinida. É um daqueles livros que jogam a verdade na nossa cara e que nos ensina muita coisa sobre a vida. A autora está de parabéns. Recomendo à todos!

4 comentários:

  1. Olá, tudo bom?
    Ah quero ler esse livro, gostei muito dessa resenha, me interessei bastante, é um tipo de livro que eu gosto muito!
    Bom, dá uma passada no meu blog, eu tive de me afastar um tempo do blog, mas agora voltei, e expliquei tudo em um post!

    xoxo
    Ellen

    http://www.thebooksarecalling.com

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela resenha Andresa! Estou ansiosa para ler A Linguagem das Flores! Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Andresa!
    Faz tempo que estou querendo ler esse livro. Eu não tinha lido nem a sinopse mas adorei a capa e o título e então já queria comprar. =P Li a sinopse agora e achei bastante misteriosa!
    E você disse que é diferente, agora estou mais curiosa! haha Quero ler, com certeza. ^-^ E outra coisa, isso de linguagem das flores me lembra bastante a sério Os imortais (que eu amo!). Lá tbm falava bastante sobre flores e sempre gostei. :)

    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Olá!

    Eu ainda não li, mas tenho mta vontade de ler esse livro. A sua resenha foi super empolgada. Eu gosto qdo me deparo com uma resenha assim. É contagiante! E olha q estou super preguiçosa para leitura, hein! hahaha

    BjO
    Pri
    Entre Fatos e Livros

    ResponderExcluir

• Escreva um comentário e deixe uma blogueira muito feliz!

 
Minima Color Base por Layous Ceu Azul editado por Anderson Vidal