10 de dez de 2012

Preces e Mentiras - Sherri Wood Emmons

Editora: Novo Conceito
Páginas: 320
Resenhado por: Ana Paula da Cruz

Quando Bethany, de 7 anos, conhece sua prima de 6 anos, Reana Mae, é o começo de uma relação desajeitada que salva ambas de uma solidão profunda. Todo verão, Bethany e sua família vão de Indianapolis para West Virginia’s Coal River Valley. Para a mãe de Bethany, essas viagens até lá a lembram de sua infância pobre e composta por minas de carvão, um lugar do qual ela desejou escapar. Mas seus amados familiares e a amizade de Bethany e Reana Mae continuavam trazendo lembranças. Mas conforme Bethany cresce, ela percebe que a vida nessa comunidade pequena e unida não é tão simples quanto pensava... que as cabanas na beira do rio, que guardam muito da história de sua família, também geram fofocas escandalosas... e aqueles mais próximos a ela guardam segredos inimagináveis. No meio das florestas densas e da beleza silenciosa do vale, esses segredos estão finalmente sendo revelados, com uma força suficientemente devastadora para acabar com vidas, fé, e a conexão que Bethany pensou que duraria para sempre.


Uma pequena decepção literária, infelizmente. O livro tem uma escrita muito boa, a descrição dos locais me deixou com vontade imensa de passar as férias no Vale, que é o cenário da história! A descrição personagens faz com que conheçamos cada um deles como se fossem da nossa própria família... Enfim, os assuntos abordados pela autora dariam uma ótima história, porém acho que foi justamente nesse ponto que a autora falhou.  Ela falou sobre tantas coisas, tantos sofrimentos simultâneos que no fim não deu para sentir pena de nada nem de ninguém, e justamente isso que me decepcionou.

Eu pensei que seria uma história avassaladora, terrível, que me faria tremer e chorar de tristeza por causa das meninas. Mas no final foi um emaranhado de coisas ruins que acabaram me entediando.

O enredo fala sobre a família e a vida de Bethany, uma menina quieta e educada que passava as férias de verão com a família no Vale de Coal River. A história é narrada por uma Bethany com trinta anos, mas já aos sete anos a garota descobre que a vida pode não ser tão simples como ela acha.

Bethany e sua prima, Reana Mae, que é uma das pessoas mais importantes para Bethany, se divertiram o verão inteiro no rio, que era como o Vale era chamado. Nem mesmo Tracy, a irmã malvada de Bethany, estragou as férias perfeitas ao lado da melhor amiga e prima, no lugar onde ela se sentia em casa. Porém, com o passar dos anos, e com acontecimentos cada vez mais carregados e incompreensíveis que ocorriam na casa de Reana e que afetavam todo o vilarejo, as duas foram se afastando, ao longo dos anos. Não no sentindo da distância e nem em sentimento, pois as duas meninas eram mais que irmãs, mas sim em crescimento interior.

Enquanto Bethany crescia ao seu tempo, como uma criança deve crescer, a vida fez com que Reana se tornasse uma mulher de maneira extremamente precipitada, e as consequências desse crescimento forçado foram avassaladoras.

A história é boa e com linhas que poderiam ser seguidas de uma maneira maravilhosa, se a autora tivesse se focado em um único tipo de problema teria sido uma leitura brilhante. Mas com a quantidade de desgraças que marcam essas famílias, o livro ficou maçante. Talvez a culpa tenha sido minha, por ter criado uma expectativa enorme quando li a sinopse. Espero que vocês tenham uma visão diferente dele. Foi uma pena eu não ter gostado.

“A história dela e a minha se traçaram juntas de tal forma que, às vezes, eu me sentia como se estivesse vendo tudo de fora, como se ela é que estivesse vivendo a minha vida. Às vezes eu a odiava por isso. Mas, na maior parte do tempo, eu a amava.” Pág. 18

2 comentários:

  1. Parabéns pela resenha Andresa! Estou ansiosa para ler Preces e Mentiras e espero não me decepcionar. Beijo!

    ResponderExcluir
  2. É bom ler as resenhas pq sana a curiosidade em relação a certos livros. De acordo com a lista que sigo, vou deixar este para mais tarde!
    Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir

• Escreva um comentário e deixe uma blogueira muito feliz!

 
Minima Color Base por Layous Ceu Azul editado por Anderson Vidal