23 de set de 2011

Minha Vida Fora de Série - Paula Pimenta


Editora: Gutenberg
Páginas: 408

Mudar de cidade sempre é difícil, mas fazer isso na adolescência é algo que deveria ser proibido. Como começar de novo em um lugar onde todos já se conhecem, onde os grupos já estão formados, onde ninguém sabe quem você é? A princípio, Priscila não gosta da ideia, mas aos poucos percebe que pode usar isso a seu favor, tendo a chance de ser alguém diferente. Mas será que o papel escolhido é aquele que ela realmente quer representar? Aos poucos, Priscila percebe que o que importa não é o lugar e sim as pessoas que vivem nele. E que, além da nova cidade, há algo mais importante a se conhecer: ela mesma.






Ela tem estrelas nos olhos. E a lua crescente no sorriso.


"Minha Vida Fora de Série" narra a trajetória de Priscila, também personagem de "Fazendo meu Filme", que muda de São Paulo para Minas Gerais. Seus pais estão em processo de divórcio e a mãe resolve voltar com a filha para a cidade da família. A garota rejeita a idéia, afinal terá que deixar tudo para trás desde as amigas até alguns de seus animais que tanto ama. Porém não há escolhas e ela segue para sua nova vida em BH. Chegando lá percebe que a mudança não foi tão ruim assim, ela conhece pessoas incríveis, outras nem tanto... 

Não demora muito para que a "novata" consiga se enturmar e fazer novos amigos. E não só amigos como também novos paqueras. Ela conhece um cara lindo que parece ter vindo dos seus sonhos, e está determinada a conquistá-lo. Porém mais tarde ela percebe que ele pode estar longe de ser o cara ideal. 

Até que certo dia ela nota na sala de aula um rapaz timído chamado Rodrigo, que passa horas ouvindo música e era melhor amigo do garoto mais simpático da sala. Ele lhe parece muito familiar, e Priscila mal sabe que apartir daquele dia tudo seria diferente... e mais complicado. 

Neste livro, Priscila tem apenas 13 anos, ou seja, a história se passa três anos antes de FMF. Por tal fato eu acreditava que a narrativa poderia ser mais "bobinha", mas não, a Priscila é tão fofa quanto a Fani e me conquistou logo de início. Ela é apaixonada por seriados de TV, graças a sua prima Marina que lhe deu de presente o box da série Gilmore Girls. Pratica três esportes, canta e é super extrovertida, além de não ter medo algum de encarar os problemas.

Algo que me deixou bem animada com este livro é que além de conhecer a Priscila mais jovem, também revi a Nathália, a Fani e o Leo! Finalmente "matei" a saudade dos meus personagens favoritos. A Fani aparece pouco, mas quando está em cena mostra que desde pequena é aquela garota timida e simpática que todo mundo ama. A Nathália é a maluquinha da turma que só quer saber de festas e garotos. O Leo desde já é brincalhão, divertido e amigo. Os três ainda não são muito próximos, a Fani e o Leo nem se falam, porque como a maioria já sabe eles se conhecem um pouco depois. Já a Nathália e o Leo vivem em guerra, a relação de amizade deles é cômica, eles brigam o tempo todo mas no fundo adoram um ao outro.

Todos os personagens foram muito bem construídos, a mãe da Priscila é uma das minhas favoritas, o tipo de mãe que eu quero ser um dia. O Rodrigo com certeza fará, assim como o Leo, muitas garotas se apaixonarem. O irmão e a cunhada da Priscila também marcam presença e ajudam muito no desenrolar dos desafios que vão surgindo. Há, porém, aqueles personagens que queremos exterminar, mas não vou citar nomes para não soltar spoiler.

Algo muito legal na diagramação do livro, além dessa capa maravilhosa, é que assim como em FMF cada capítulo começa com a citação de algum seriado de tv, o que deixa tudo ainda mais emocinante durante a leitura.

O enredo é fantástico. Me senti novamente em BH e amiga de toda a galera. A história é muito real, a impressão é de que tudo o que foi narrado realmente aconteceu. O livro é super envolvente e bem escrito, daqueles que você ri e chora junto com as personagens. Eu não consegui largar MVFS um minuto sequer, e quando tive que largar não pude deixar de pensar no que aconteceria na próxima página. É completamente viciante.

Mais uma vez me apaixonei pelo mundo criado pela Paula Pimenta e não vejo a hora de me encontrar com meus amigos mineiros novamente!


4 comentários:

  1. AMEI O LIVRO!!!! parabéns, mais uma vez pra Paula, esta autora INCRÍVEL!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela resenha quilometrica, KKK, li tudo e adorei ela. Parece realmente ser um ótimo livro e essa coisa de rever personagens é muito muito bom, assim como em O Herói Perdido do Rick Riordan, quase chorei quando revi a Annabeth, haha.
    MVFS aparenta ser um ótimo livro e esse envolvimento com animais parece ser ótimo para o desenrolar da trama e pode até mudar vidas... Né Andresa? KKKK
    Adorei a resenha, parabéns!

    Beijos, Anderson
    Hooked for Books

    ResponderExcluir
  3. Preciso ler um livro da Paula imediatamente, UHAHUAHUAHUAHU

    E prefiro começar por Fazendo Meu Filme, você ama as duas séries, né? haha

    Adorei a capa desse livro e pretendo ler em breve *--*

    Ah, e a resenha enooorme ficou ótima!

    Bjs, Guilherme
    Devorando Letras

    ResponderExcluir
  4. Eu também amei Minha Vida Fora de Série. Fiquei com medo, também, da narrativa ser mais infantil, mas, como você, me impressionei ao ver como a Pri é uma fofa como a Fani! :D
    Beijão

    ResponderExcluir

• Escreva um comentário e deixe uma blogueira muito feliz!

 
Minima Color Base por Layous Ceu Azul editado por Anderson Vidal