15 de set de 2011

A Modelo do Ano - Carol Alt

Editora: Galera Record
Páginas: 304

Melody é o que chamamos de boa moça. Trabalha como garçonete para juntar grana para a faculdade de medicina, obedece aos pais... mas quando um cliente insiste que ela poderia ser modelo, ela fica tentada a trocar as mesas pelas passarelas! À primeira vista, fazer caras e bocas diante de fotógrafos pode parecer o caminho mais fácil, mas as tentações são muitas e até uma equilibrada menina de Jersey pode achar difícil manter-se de pé durante esta longa e tortuosa escalada até o topo.









Melody Ann Croft era apenas uma garota trabalhando em uma lanchonete juntando os centavos para conseguir pagar a faculdade de medicina que tanto sonhava. Mas um dia tudo muda, um cliente que trabalhava como fotográfo insiste que Melody deveria tentar a carreira de modelo em Nova York. Logo de início ela rejeita a proposta, porém começa a pensar que talvez essa poderia ser a solução do seu problema financeiro, afinal uma modelo recebe um cachê bem maior do que as gorjetas de uma garçonete e assim ela poderia arcar com as despesas do curso de medicina.


Ela arrisca, e logo que chega a Nova York percebe que o fotográfo estava certissimo. Melody é contratada já na primeira agência em que passa, a famosa "Delicious", que nota um potencial muito grande na garota. Ela se vê feliz com o novo emprego, porém com o tempo percebe que o mundo fashion não é tão glamuroso quanto parece e terá, então, que se preparar para futuras intrigas, invejas, confusões e mentiras. Para no fim conseguir realizar o seu trabalho sem perder a integridade.

Para quem não sabe, a Carol Alt, autora do livro, é modelo na "vida real", portanto ela sabia bem sobre o que estava relatando.O livro em si é interessante, principalmente pelo fato de revelar outro (talvez o verdadeiro) lado na vida das modelos. Mas é como dizem: a Carol é modelo e não escritora. Percebi que alguns pontos ficaram perdidos durante a leitura. A narrativa também não me agradou muito, no começo é envolvente, mas com o tempo se torna cansativa.

O final foi totalmente decepcionante, tudo o que não esperei que acontecesse aconteceu. Senti como se tivessem arrancado algumas páginas do fim... 
Só tenho a dizer que não é um livro que eu leria novamente, não me acrescentou em nada, na verdade foi mais um passa tempo. Fica, então, a critério de cada um decidir se vale a pena ou não arriscar. 

Um comentário:

  1. Olá!

    Criticar um livro nem sempre é fácil. Gostei do jeito como o fez, foi específica nos pontos com os quais não concordou ou nos que não a agradaram. Muito bom!
    Eu até gostei da sinopse e da proposta do livro. A ideia é muito boa... Ela deveria ter se juntado com alguém mais "experiente", por assim dizer. Seria um bom livro!

    Abraços!

    Ana Carolina Nonato
    Seis Milênios

    ResponderExcluir

• Escreva um comentário e deixe uma blogueira muito feliz!

 
Minima Color Base por Layous Ceu Azul editado por Anderson Vidal