27 de set de 2011

O Garoto da Casa ao Lado - Meg Cabot


Editora: Galera Record
Páginas: 400
Por meio de mensagens de e-mail vamos conhecer a história de Melissa, uma jornalista de celebridades que está prestes a perder o emprego. Numa certa manhã, Mel está 68 minutos atrasada para o trabalho, completando assim seu 37º atraso no ano. O departamento de Recursos Humanos já lhe mandou um memorando oficial sobre o assunto, seu chefe duvida seriamente do seu compromisso com o jornal. Contudo, dessa vez, ela tem uma desculpa de verdade: estava socorrendo Helen Friedlander, sua vizinha de oitenta anos, que entrou em coma após levar um golpe na cabeça, em conseqüência de um misterioso atentado. Seria a colunista de fofocas capaz de descobrir uma grande reportagem?






Para que as pessoas sejam felizes, as vezes tem que se assumir riscos.



Melissa Fuller é jornalista de um pequeno jornal de Nova York e é encarregada de relatar as fofocas sobre os artistas na páginas dez, mas sempre sonhou em escrever uma matéria de verdade. Quando sua vizinha milionária de oitenta anos, Helen Friedlander, entre em coma após misteriosamente ser agredida com um golpe na cabeça. Mel percebe que se descobrir quem está por trás da agressão poderá ter seu tão esperado furo jornalistico e quem sabe ser reconhecida como uma grande jornalista por seu chefe.

Mas nem tudo é tão simples para Melissa pois Helen possuia vários animais que precisam de cuidados especiais, como passear a cada três horas, serem alimentados corretamente e etc. E quem se encarrega de tudo isso é a própria Mel. 

Até que ela consegue o contato de um sobrinho da vitima chamado Max Friedlander, um fotográfo esnobe,  que se muda para o apartamento da tia para cuidar dos bichinhos. O que Mel não sabe é que o cara que apareceu por lá não é o Max e sim John Trent, um cara rico que abdicou ao dinheiro da família para viver como repórter, ele aceitou a proposta de fingir ser o amigo para cuidar dos gatos de Helen e pagar um favor que estava devendo. Mas John precisará ter cuidado não só com os animais da suposta tia como também com o próprio coração.

Em O Garoto da Casa ao Lado, Meg Cabot novamente nos presenteia com um romance super divertido e intrigante. O livro é completamente composto por e-mails trocados entre os personagens e acredito que este seja o diferencial da obra. Mesmo que por pequenas mensagens consegui me envolver na estória e conhecer bem cada personagem. 

Com um conteúdo super original e bem escrito, é certeza de  uma leitura agradável, que fará com que o leitor dê risadas, passe raiva e o mais importante: se diverta muito!

6 comentários:

  1. Eu ainda não li um livro da Meg Cabot (além do conto de formaturas infernais) e este livro estava na minha lista,achei bem interessante pela sua resenha, e com certeza será minha próxima compra.

    Tenho um blog literário no inicio, e gostaria de poder fazer parceria com o seu, já colei seu banner lá. Ficaria feliz se pudesse me visitar e seguir: www.mybooklit.blogspot.com
    bjos

    ResponderExcluir
  2. Eu ainda não li esse livro, apesar de todo mundo falar que é legal. Esse negócio de ser por e-mail me dá a ideia de que pode ser cansativo :/
    Eu esperava uma estória diferente, mas os livros da Meg sempre conseguem nos conquistar.

    Beijos, @nathaliaduarte
    www.mentalmorfose.com

    ResponderExcluir
  3. Ah! Os livros da Meg... são tão...(sem palavras)
    Eu vou ler esse livro, não sei quando, mas eu lerei ele.
    Muito obrigada pela resenha Andresa.

    PS.: Uma dica, ficaria legal nas suas resenhas se você colocasse uma frase do livro. =D

    ResponderExcluir
  4. Srta, eu estou colocando a frase do livro em negrito depois da sinopse e antes da resenha (:

    ResponderExcluir
  5. Eu adoro esse livro!
    É o meu favorito da Meg e no geral tbm.
    Achei muito, muito legal! õ/
    Recomendado!

    ResponderExcluir
  6. Lembro que li esse livro na 5ªsérie e foi um dos melhores que ja li da Meg <3
    adorei a resenha
    beijos

    ResponderExcluir

• Escreva um comentário e deixe uma blogueira muito feliz!

 
Minima Color Base por Layous Ceu Azul editado por Anderson Vidal