18 de fev de 2013

Loucamente Sua - Rachel Gibson



Editora: Jardim dos Livros
Páginas: 343

De volta à sua cidadezinha para atender ao funeral do seu padrasto Henry, a bela cabeleireira Delaney é surpreendida com uma cláusula do testamento dele: se quiser receber a sua herança, ela deverá permanecer um ano inteiro na cidade e não ter "contato sexual" algum com o bad boy Nick, filho bastardo de Henry. Acontece que, dez anos antes, ela e Nick viveram uma paixão, e embora ele seja um mulherengo incorrigível, a proximidade de ambos reacende a antiga chama. Será Delaney capaz de resistir ao motoqueiro de conversa fiada?





Sempre tive curiosidade para ler algo escrito pela Rachel Gibson. A Giu Fernandes, do blog Amount of Words, vivia dizendo que a escrita dela é incrível!  Recebi "Loucamente Sua", publicado pela editora Jardim de Livros, e fiquei extremamente ansiosa para ler.

O livro narra a vida de Delaney Shaw, uma mulher de quase 30 anos, que após uma série de conflitos que teve em Trully, cidade onde vivia com sua mãe e seu padrasto, resolve viajar por vários lugares do mundo e não se apegar a nada e a ninguém. O motivo do conflito? Nick Allegrezza.

Nick é filho bastardo de Henry, padastro de Delaney, e sempre foi um garoto problema. Desde criança os dois não se davam bem, viviam implicando um com o outro. Porém, quando cresceram os dois acabaram se envolvendo rapidamente, e isso não foi bom para a vida dos dois, por diversos motivos...

O riquíssimo senhor Henry, vem a falecer e deixa um testamento para a família. Delaney quase tem um ataque quando ouve o advogado do padrasto dizendo que ela receberia 3 milhões de reais, mas só se morasse em Trully durante um ano. E que Nick Allegrezza receberia várias propriedades, porém somente se não tivesse relações sexuais com Delaney por um ano!

O que Henry pensava que estava fazendo?! Delaney não é uma garota de ficar parada muito tempo no mesmo lugar... Muito menos em Trully, e com o Nick morando por lá! Mas o mais humilhante foi ouvir a parte de que Nick só teria o dinheiro se não se envolvesse com ela. Ah... Delaney ficou realmente bem irritada com esse testamento maluco!

E é com esse enredo, super divertido, que Rachel Gibson nos envolve em uma história cheia de conflitos, amor e sensualidade. Os personagens criados pela autora foram tão bem caracterizados, que se pareciam com os vizinhos que temos, ou com alguém que já ouvimos falar! Além, claro, dos personagens principais que são super descolados... não tem como não suspirar pelo bad-boy Nick Allegrezza!

A edição feita pela Jardim dos Livros foi boa, gostei da capa e da diagramação. Mas o livro precisa de uma boa revisão! Encontrei palavras que foram digitadas erradas como "os olhas" ao invés de "os olhos", ou troca de "ele" por "ela". Porém nada que impeça a compreensão da história.

Adorei a escrita da autora e estou ansiosa para ler mais! Além de "Loucamente Sua" a editora já publicou "Sem Clima para o Amor" e "Sempre ao Seu Lado". Nem preciso dizer que quero muito, não é?

“Eu quero viver minha própria vida. Eu quero pensar em mim mesma primeiro. Estou cansada de tentar ser perfeita, quero poder fazer besteira como todo mundo.” Pág.133

3 comentários:

  1. Quem ler o título deste livro vai achar que é mais um erótico da vida (não é, não, né?) haha. A história me parece ser bem engraçado. Adoro livros assim!

    Beijos,
    Hannah - Secrets of Book.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Hannah! O livro possui algumas cenas bem picantes, mas não é no estilo de "Cinquinta tons de cinza não". Não chega a ser um livro erótico, mas não deixa de ter uma sensualidade, se me entende kkk.

      Beijos!

      Excluir
  2. Oi Andresa!
    Já vi a Giu falando bem dessa autora também haha
    Confesso que nunca havia me interessado muito por algum livro dela, mas o enredo de Loucamente Sua (que eu só conheci agora), parece ser divertido, ainda que incomum e pouco provável rs
    Chick lits são sempre uma boa pedida, principalmente com personagens carismáticos e mocinhos bad boys sedutores.
    Acho que só não havia voltado a minha atenção para esse livro ainda por causa da capa, não gostei muito, é tão genérica.
    Não é leitura urgente, mas certamente o leria um dia!
    Beijos!

    ResponderExcluir

• Escreva um comentário e deixe uma blogueira muito feliz!

 
Minima Color Base por Layous Ceu Azul editado por Anderson Vidal