4 de abr de 2013

A Corrida de Escorpião - Maggie Stiefvater


Editora: Verus
Páginas: 378

A cada novembro, os cavalos d'água emergem do oceano e galopam na areia sob os penhascos de Thisby. E, a cada novembro, os homens capturam esses cavalos para uma corrida eletrizante e mortal. Alguns cavaleiros sobrevivem. Outros, não. Aos 19 anos, Sean Kendrick já foi quatro vezes campeão. Ele é um jovem de poucas palavras e, se tem medos, guarda-os bem escondidos, onde ninguém possa vê-los. Puck Connolly é uma novata nas Corridas de Escorpião. Ela nunca quis participar da competição, mas o destino não lhe deu muita escolha. Sean e Puck vão competir neste ano, e ambos têm mais a ganhar - ou a perder - do que jamais pensaram. Mas apenas um deles pode vencer.




Desde que li a trilogia Calafrio me apaixonei pela escrita da fabulosa Maggie Stifvater, seu jeito doce e único de narrar uma história nos conquista desde a primeira página. Em A Corrida de Escorpião, conhecemos um cenário completamente surreal, personagens graciosos e animais muito MUITO diferentes!

Kate Connolly, mais conhecida como Puck, é uma garota que sempre viveu em Thisby. Estava acostumada com a realidade maluca de sua cidade e com as corridas de escorpião que acontecem durante todo o mês de novembro. Apesar de tudo, ela era uma garota comum e feliz. Até o dia em que um capall uisce (cavalo d'água) atacou seus pais, e acabou com sua família quase completamente...

A famosa corrida de escorpião é um evento em que diversos homens (corajosos ou suicidas) capturam os  capall uisce que saem das águas para competir. Esses cavalos não são comuns, além do fato de viverem no mar eles são mortíferos, matam qualquer ser humano ou animal desavisado facilmente!

Além de Puck, conhecemos também Sean Keandrick, um rapaz que é conhecido por entender muito sobre os capall uisce, e por ter ganhado 4 corridas. Sean é sério, centrado, apaixonado pelos cavalos d'água e sonha em poder ter liberdade e seu amado cavalo, Corr, um dos capall uisce mais rápidos e belos da ilha.

Ambos os personagens irão participar da corrida do ano. Sean Keandrick todos esperavam, afinal ele é o melhor corredor de Thisby. Mas Puck?! Mulheres nunca participam da corrida de escorpião, o que ela estaria fazendo ali? Seria uma morte fácil e rápida. Porém motivos maiores fazem com que a moça não desista da ideia de que precisa concorrer.

Sean e Puck almejam o prêmio do vencedor da corrida. Não só querem como precisam fortemente receber o título de vencedor para alcançar seus objetivos. Porém essa corrida envolve muito mais do que podemos imaginar, envolve a vida dos personagens de forma intensa... E apenas um poderá vencer.

O enredo de A Corrida de Escorpião é bastante complexo quando lido na sinopse ou resenha, porém a autora consegue fazer com que compreendamos facilmente do que se trata. Sua narrativa, como eu disse, além de melodiosa é fácil, nos envolvemos com os cenários e personagens e logo estamos "dentro" da história.

Confesso que a única coisa que me decepcionou um pouco foi o início do livro, onde senti falta de mais aventura e romance, mas entendi o que a autora desejou fazer, ela trabalhou com a ansiedade dos leitores, a fim de surpreender e tornar este um livro diferente dos demais, onde as coisas costumam acontecer muito rápido. Portanto logo notei que o desenrolar da história ocorre com a velocidade exata para que A Corrida de Escorpião seja um ótimo livro!

Me encantei por essa história mágica de uma lenda que não conhecia. Me surpreendi com cenas de belos e temíveis cavalos que galopavam na minha mente enquanto eu virava as páginas do livro, totalmente sem fôlego. Me apaixonei, novamente, pela escrita de uma das minhas autoras favoritas, e acredito que continuarei me apaixonando pelo incrível trabalho que ela faz a cada livro publicado.

“A verdade é que me sinto fascinado e repelido por ela: Kate é, ao mesmo tempo, um espelho de mim mesmo e uma porta para uma parte desta ilha que não sou eu.” Pág. 198

7 comentários:

  1. Parabéns pela resenha Andresa! Já li A Corrida de Escorpião e curti bastante. Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Amei a resenha, o livro parece muito bom, gosto qd o autor trabalha a ansiedade na dose certa, fica aquele sentimento de querer descobrir o que vai acontecer, só tenho lido eleogios a respeito desse livro. Quero ler.

    ResponderExcluir
  3. Desde que eu lia as resenhas da série "Os Lobos de Mercy" eu sentia uma vontade imensa de ler livros da Maggie Stiefvater! Depois de ler tua resenha me de ainda mais vontade! :D Adorei a resenha e o livro parece realmente ser ótimo.

    ResponderExcluir
  4. Andresa, não conhecia a história de "A Corrida do Escorpião" até ler a sua resenha e posso dizer que me chamou bastante atenção a abordagem que ela faz. Deve ser um livro muito interessante, de fato. Diferente, no mínimo.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Tenho muuuiiita curiosidade para ler esse livro, mas ele sempre fica pra depois! Eu vi que a Íris, do Literalmente Falando, curtiu muito essa história e desde então fiquei instigada. Ela também falou super bem da escrita da autora e tudo o mais.
    Curto muito suas resenhas ;)
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Nossa, também adoro a série Calafrio! Quando vi A Corrida de Escorpião na livraria fiquei tentada a comprar, mas pela sinopse achei meio tenso de entender e resolvi esperar. Agora tenho certeza de que vou querer ler, amo livros que encantam! Bjs

    ssentrelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

• Escreva um comentário e deixe uma blogueira muito feliz!

 
Minima Color Base por Layous Ceu Azul editado por Anderson Vidal