25 de mai de 2013

Algemas de Seda - Frank Baldwin

Editora: Geração Editorial
Páginas: 320
Resenhado por: Ana Paula Abs da Cruz


Mimi Lessing está noiva do homem que ama, quando seu colega de trabalho, o irresistível Jake Teller, desperta a sua curiosidade e interesse. Disposto a seduzi-la, Jake a convida a assistir, sem ser vista, aos jogos eróticos dele com suas parceiras, a quem leva ao êxtase sexual por meio da dor. Então, as mulheres com quem Jake dormiu começam a ser assassinadas, e a própria Mimi desaparece. Homens e mulheres não deixarão a leitura deste thriller erótico e absorvente até a última página, para a qual se caminha num clima de sensualidade e suspense eletrizantes.






Mimi é uma contadora responsável, pacata e apaixonada por seu noivo. Com uma vida sempre simples e regrada, acaba sentindo que falta algo em sua vida com a proximidade de seu casamento, e não consegue compreender o que seria. Exatamente o oposto de Mimi, Jake tem sua vida extremamente agitada, principalmente as suas Sextas-Feiras, dia pelo qual ele anseia a semana inteira. Mas não, não é por ser véspera de final de semana, como nós esperamos... Noites de Sexta são as noites que Jake escolhe suas dominadas e põe em prática tudo o que sua mente pede.

Por obra do destino, Jake e Mimi, dois colegas de trabalho, acabam tendo que trabalhar em um caso específico na empresa, e com isso acabam se revelando mais do que esperavam um para o outro. Após um happy hour em comemoração por terem terminado o caso – e alguns drinks a mais - Mimi acaba confessando que seu noivo foi o único com quem ela foi para a cama. Jake, por sua vez, não satisfeito em apenas contar seu segredo e empolgado com o “potencial” que percebeu no olhar de Mimi, a leva para assistir a uma de suas “noites de Sexta-Feira”.

Mimi observa o que Jake faz com suas “conquistadas”, a forma com que ele as domina e as atiça no seu ímpeto, e isso acende em Mimi um novo sentimento, que ela não sabia ser possível existir dentro dela... Se é que se pode chamar de sentimento, e junto uma dúvida crescente em relação a seu noivado com Mark. E enquanto a cada nova Sexta-Feira, Mimi entra mais profundamente no mundo de dor e prazer de Jake, não percebe que é observada por um homem misterioso e que está disposto a tudo para manter Mimi pura como ela sempre foi.

Algemas de Seda foi uma leitura amena, não posso dizer que gostei porque não é meu gênero predileto de leitura, mas pelo menos nesse livro o autor conseguiu mesclar direitinho erotismo apimentado, com uma pitada de suspense estilo thriller... para mim funcionou bem a mescla. 

A história conta com três narradores: Jake, Mimi e um terceiro narrador desconhecido. Cada capítulo é narrado por um deles. Em relação ao narrador desconhecido, sabemos apenas que segue Mimi em tempo integral - o que já é um dos suspenses dentro do livro, pois é intrigante ver a vida de Mimi através do observador e não fazer nem ideia de quem seja ele. 

Quando é Jake quem narra, por incrível que pareça, é quando mais saímos de dentro das cenas de sexo, pois ele nos apresenta como era a sua vida antigamente, cheio de idas e vindas ao seu passado e nos apresentando também a de agora, com desejos e joguinhos de sedução e dominação. O livro narra bastante cenas de erotismo pela visão de Mimi, e como ela reage ao acontecimentos. Não nos apresenta muito como é sua vida fora das Sextas, mas deixa bem claro o imenso dilema no qual ela se encontra, dividida entre o desejo pelo desconhecido e novo e o amor que sente pelo noivo e a vida regrada que leva com ele.

Foi um livro mediano, como já disse antes... mas que me prendeu muito no final do enredo. Se eu recomendo? Sim. Em ambos os casos: Gosta desse gênero? Prato cheio para você. Gosta de um suspense? Tem também, mas precisará ter um pouquinho de paciência com o livro. HEHE.

“Fico imóvel, aturdida. Respire fundo, Mimi. Devagar, ou ela vai ouvir” Pág. 103

2 comentários:

  1. Olá Dessa!

    Eu concordo com vc que é uma leitura amena... E Jake é a minha personagem favorita. Na verdade, o que mais gostei nesse livro foi a mistura de romance erótico com suspense/thriller. Achei que o autor foi bem ousado!
    Beijos,
    Nica

    ResponderExcluir
  2. Tenho fugido deste tipo de livro, com esta veia erótica, não só porque acho modinha, mas porque é nota zero em verossimilhança. Mas você colocou na resenha que rola um suspense, então é um ponto positivo para narrativa né?

    ResponderExcluir

• Escreva um comentário e deixe uma blogueira muito feliz!

 
Minima Color Base por Layous Ceu Azul editado por Anderson Vidal