27 de out de 2013

Inverno de Cinzas - Adriana Brazil

Editora: Novo Século
Páginas: 280

Helen depara-se com o momento mais crítico da sua vida. Nada diferente do forte Inverno que está sobre o país naquele ano. Tristeza, solidão, ressentimentos, lágrimas e dor, sopram as folhas deixadas pelo Outono de sonhos que Helen viveu, trazendo o frio da estação ao seu interior. O cinza que cobre seus dias a leva para uma profunda depressão. Ela encontra nos amigos, na família e na fé a força para continuar. Ela desabafa seus sentimentos na sua agenda, colocando suas emoções sufocadas pela saudade, como um Inverno sem cores, onde tudo ao seu redor, está completamente frio, cinza e sem vida.





A Adriana Brazil novamente foi graciosa em sua escrita, ela sabe bem como tocar o coração do leitor com suas palavras. Novamente me vi lendo freneticamente seu livro, querendo saber mais sobre a história de um dos casais mais fofos da literatura brasileira contemporânea.

Em Inverno de Cinzas, Helen Castilho precisa enfrentar diversas situações complicadas e que acabam afetando seu modo de ver o mundo, suas crenças e até a personalidade da personagem.  Apesar de muitas vezes Helen agir de forma irritante, eu a compreendi completamente, por mais difícil que pareça, eu acho que agiria de forma muito semelhante a ela... 

A personagem, ao enfrentar a dor da perda (não por morte, mas por outro motivo), cai em uma tristeza profunda e encontra em seus amigos a força para tentar reconstruir o que foi abalado em seu coração. As relações de amizade criadas pela autora são muito bonitas e mostram o quão importante são os amigos em nossas vidas. 

Neste livro, uma pessoa que ela confiava provará ser diferente do que imaginava e o sofrimento encontrará seu coração por um motivo que parte não só o dela, mas também o coração de todos os leitores... Mas, acima de tudo, Inverno de Cinzas é um livro sobre superação, redenção e amor, o mais puro e sincero amor.

A escrita da Adriana evoluiu muito, isso foi perceptível. Alguns pontos que me desagradaram no primeiro livro, recompensaram neste, os personagens foram bem trabalhados e a leitura fluiu muito bem. Apenas achei que os acontecimentos foram descritos muito rapidamente, mas como um todo livro é maravilhoso.

Não vou contar muito sobre o enredo, pois algumas pessoas podem não ter lido Outono de Sonhos e não quero estragar a leitura de ninguém. Apenas digo que é um livro com uma abordagem muito bacana, com sentimento, pureza, e com uma história extremamente real!

"Não importa a força dos ventos, nem se a tempestade é demorada ou passageira, se ela vem ou não com o frio. Ela sempre irá mover algo do seu lugar original, mas o fato é que ela sempre virá com uma escolha, com uma emoção, um ganho ou uma perda." Pág. 13

7 comentários:

  1. Nunca li nenhum livro desta autora. A estória parece ser bem emociante e olha que nem é meu gênero predileto. Esse livro faz parte de uma série? Trilogia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lucas! É uma série de quatro livros, mas até agora só dois foram lançados. O primeiro se chama Outono de Sonhos, também tem resenha no blog ;)

      Excluir
  2. Gosto de histórias dramáticas, abordando uma personagem que está em pedaços muito para baixo.
    E gostei do título do livro também.

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho muita vontade de ler este livro, mas primeiro tenho que ler "outono de sonhos". Li a reseha por cima por isso. Mas li o resumo e gostei muito. Gosto deste estilo.

    ResponderExcluir
  4. Sou louca por esse livro..essa capa é perfeitaaaa deeeeeemais!!!!

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/livroaoavesso

    ResponderExcluir
  5. Me parece um livro intenso. Me identifiquei com a personagem principal, gostei da forma que a escritora parece levar a história, eu adoraria ler esse livro! *_*

    ResponderExcluir
  6. Nunca li nada da Adriana Brazil e é meio complicado comentar algo que não leu. Mas as capas dessa série são lindas e os resumos não revelam muita coisa, o que me deixa super curiosa. Leio muitos comentários de como os livros são intensos, mas, ao mesmo tempo, sensíveis.

    ResponderExcluir

• Escreva um comentário e deixe uma blogueira muito feliz!

 
Minima Color Base por Layous Ceu Azul editado por Anderson Vidal