22 de out de 2014

Os segredos de Colin Bridgerton - Julia Quinn

Editora: Arqueiro
Páginas: 336
Resenhado por: Ana Paula

Há muitos anos Penelope Featherington frequenta a casa dos Bridgertons. E há muitos anos alimenta uma paixão secreta por Colin, irmão de sua melhor amiga e um dos solteiros mais encantadores e arredios de Londres. Quando ele retorna de uma de suas longas viagens ao exterior, Penelope descobre seu maior segredo por acaso e chega à conclusão de que tudo o que pensava sobre seu objeto de desejo talvez não seja verdade. Ele, por sua vez, também tem uma surpresa: Penelope se transformou, de uma jovem sem graça ignorada por toda a alta sociedade, numa mulher dona de um senso de humor afiado e de uma beleza incomum. Ao deparar com tamanha mudança, Colin, que sempre a enxergara apenas como uma divertida companhia ocasional, começa a querer passar cada vez mais tempo a seu lado. Quando os dois trocam o primeiro beijo, ele não entende como nunca pôde ver o que sempre esteve bem à sua frente. No entanto, quando fica sabendo que ela guarda um segredo ainda maior que o seu, precisa decidir se Penelope é sua maior ameaça ou a promessa de um final feliz. 

Verdade seja dita: em todos os livros dos Bridgertons que li eu me apaixonei platonicamente por algum deles. É inevitável. Além da narrativa da Julia Quinn ser adorável, maravilhosa, fluída e engraçada, ela constrói uns personagens masculinos mais que apaixonantes, mais que sensacionais. Porém, em “Os Segredos de Colin Bridgerton” confesso que quem mais me deixou encantada foi aquela que, a meu ver, é a personagem principal e que roubou totalmente a cena, a magnífica Penelope Featherington.

Colin, como todo bom Bridgerton, nunca se imaginou casando e muito menos construindo uma família, criando raízes. Justamente por esse motivo está sempre viajando, passando um tempo em cada lugar do mundo. Enquanto isso, Penelope passou sua vida toda em Londres e é apaixonada por Colin desde que o conheceu, há anos atrás. Porém, ambos sempre foram bons amigos (já que Penelope é a melhor amiga de Eloise Bridgerton) e, por algumas vezes, companhia de dança um do outro durante as temporadas, nas quais Colin passava fugindo de mães casamenteiras e Penelope se fazendo de invisível na multidão. 

Quando começamos a adentrar a vida de Penelope ao longo da história, vamos conhecendo – juntamente com Colin, já que este resolveu passar um tempo em casa - uma mulher extremamente decidida, de opiniões próprias, fortes e com uma bela pitada de ironia e sagacidade. E, ao conhecermos mais a fundo Colin, percebemos que ele quer ser reconhecido por algo mais que seu bonito rosto e seu sorriso carismático. E, assim, ambos acabam sentindo vontade de passar cada vez mais tempo juntos.

A história de Colin eu percebi de uma maneira um pouco diferente, ao contrário das “guerras” travadas entre os casais dos outros livros dos Bridgertons, nessa leitura foi nítida a construção do amor limpo, do amor natural, construído e lapidado através da convivência. Aos poucos, de uma forma fluída, ambos vão descobrindo, um no outro, pessoas diferentes do que achavam que eram e surpreendendo-se mutuamente no decorrer das descobertas que se revelam, muitas vezes tendo que abrir mão do orgulho para perdoar segredos.

Uma leitura deliciosa demais, com todos os quesitos para suspirar, rir, pensar, ficar curioso com tantas revelações, suspirar mais um pouco, sonhar acordada... ai, como eu queria ter nascido em 1814, com certeza obrigaria meu pai a pagar o maior dote possível por qualquer um dos irmãos Bridgertons. *Suspiros*.

“- Ninguém é perfeito – retrucou ele, baixinho.
- Eu sei. – Ela chegou para a frente e lhe deu um beijo impulsivo no rosto. – Você é o homem imperfeito do meu coração, e isso é até melhor.”
Pág. 286

Um comentário:

  1. Oi Andresa!
    Eu amo os livros da Julia Quinn e esse é o meu preferido da série, pois além do casal principal ser maravilhoso, o enredo foi cheio de surpresas e rolaram muitas gargalhadas de minha parte =)
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir

• Escreva um comentário e deixe uma blogueira muito feliz!

 
Minima Color Base por Layous Ceu Azul editado por Anderson Vidal