22 de ago de 2013

O Livro das Princesas - Meg, Paula, Lauren e Patrícia

Editora: Galera Record
Páginas: 288

"Olá, amigos, fãs e companheiros admiradores de princesas (ou eu deveria dizer simpatizantes de princesas?)! Eu mal pude acreditar quando alguém do Brasil permitiu que EU desse uma olhadinha neste livro. Mas acho que faz sentido, já que, além de ser uma princesa, também tenho verdadeira paixão por histórias românticas! Acreditem no que eu digo, este livro tem essas duas coisas de sobra! Mas são releituras contemporâneas, com reviravoltas que farão você dizer ownn… Uma Cinderela DJ? Rapunzel popstar? Bela é uma supermodelo? E unicórnios em A Bela Adormecida?! Sim, por favor! Mais, mais. POR FAVOR. Não se preocupem, tem mais. Muito mais. Eu amei, e vocês também vão! (Sim, você também vai amar, Tina Hakim Baba. Pode pegar meu exemplar emprestado quando eu terminar de ler. Não, melhor: compre o seu. Assim você vai poder ler de novo e de novo, como eu pretendo fazer.) Sinceramente, Sua Alteza Real, Princesa Mia Thermopolis."


Quem não conhece nenhum conto de fadas? Todos conhecem! Principalmente as belas princesas, como a Cinderela e Bela Adormecida. Mas você já imaginou estes contos de fadas “traduzidos” para a atualidade? Como uma Cinderela DJ ou uma Rapunzel que sonha em poder cortar as madeixas? É sobre isso que se trata “O Livro das Princesas”, uma releitura sobre os clássicos contos de fadas, escrito por famosas autoras de romances contemporâneos: Meg Cabot (O Diário da Princesa); Paula Pimenta (Fazendo meu filme); Lauren Kate (Fallen) e Patrícia Barboza (As Mais);

Meg Cabot, uma das escritoras mais famosas entre as adolescentes, trabalhou com o meu conto favorito: “A Bela e a Fera”. Em sua história, Bela é uma super modelo e a Fera é um rapaz que vive as sombras da sociedade por conta de sua aparência... Este conto foi uma grande decepção para mim, há tempos a Meg não me fisga com uma história que eu possa considerar impressionante. Achei “A Modelo e o Monstro” previsível, mau estruturada e pouco convincente. Foi uma pena.

Entretanto, para compensar toda a desilusão gerada pela escrita da Cabot, surge minha amada Paula Pimenta e faz meu coração pulsar mais rápido com sua história magnífica! A autora abordou o conto da Cinderela e fiquei chocada com a total originalidade e genialidade na elaboração do enredo! Claro que eu já sabia que iria adorar a história da Paula – nunca me decepcionei com ela – mas não pensei que eu gostaria TANTO. Eu desejei que o livro pudesse ter sido todo escrito por ela!

Paula escreveu sobre a Cintia, uma garota que ama música e trabalha como DJ sem o consentimento do pai. A moça sente muita falta da mãe, que mora no Japão e, além disso, tem que lidar com uma madrasta venenosa. Certo dia, tocando em uma festa, acaba conhecendo um garoto, que irá mudar todo o seu futuro de uma maneira indescritível!

Outro conto que gostei bastante foi o da Patrícia Barboza, que reescreveu a Rapunzel. Em seu enredo, a protagonista é uma garota que não pôde cortar os cabelos até completar 18 anos por conta de uma promessa feita pela madrinha, com quem mora em um apartamento super alto. A nossa Rapunzel atual é famosa por gravar vídeos na internet, mas ninguém conhece sua verdadeira identidade no mundo virtual! A história ficou uma graça!

Já Lauren Kate foi outra decepção. Não considerei a história dela uma releitura, pois a essência dele pareceu bastante com o conto original. Não achei criativa e, diversas vezes, me perguntei se a autora viveria em um mundo paralelo, pois, em minha opinião, seu conto foi totalmente sem noção!

Enfim, acredito que “O Livro das Princesas” é uma prova de que as escritoras nacionais conseguem sim ser muito superiores às norte-americanas. Se pudesse dar notas individuais para os contos, em uma escala de 0 à 5, o resultado seria este: “A Modelo e o Monstro” [2]; “Cinderela Pop” [+5]; “Eclipse do Unicórnio” [2]; “No Alto da Torre”[4];

Quem tiver a oportunidade precisa conhecer a nossa Cinderela brasileira e se agraciar com a escrita de uma das minhas escritoras favoritas! O livro em si vale todo pela Paula Pimenta! Este conto poderia ter ocupado o livro todo, eu não me importaria!

"Eu sempre faço essa parte do show mais para o final, mas acho que hoje vou ter que adiantar. Porque a garota com quem eu gostaria de dançar tem uma estranha tendência a desaparecer de repente." Pág. 182 - Princesa Pop

2 comentários:

  1. Uow, sério? Eu achei que o livro seria top, principalmente por podermos contar com Meg Cabot. Nossa, fiquei decepcionada aqui.

    Att.,
    Eduarda Henker
    http://www.blogsomaisum.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

• Escreva um comentário e deixe uma blogueira muito feliz!

 
Minima Color Base por Layous Ceu Azul editado por Anderson Vidal