2 de set de 2014

Encontrada - Carina Rissi

Editora: Verus
Páginas: 476

Sofia está de volta ao século dezenove e mais que animada para começar a viver o seu final feliz ao lado de Ian Clarke. No entanto, em meio à loucura dos preparativos para o casamento, ela percebe que se tornar a sra. Clarke não vai ser tão simples quanto imaginava. As confusões encontram a garota antes mesmo de ela chegar ao altar — e uma tia intrometida que quer atrapalhar o relacionamento é apenas uma delas. Além disso, coisas estranhas estão acontecendo na vila. Ian parece estar enfrentando alguns problemas que prefere não dividir com a noiva. Decidida, Sofia fará o que estiver ao seu alcance para ajudar o homem que ama. Porém suas ações podem pôr tudo a perder, e Sofia descobre que a única pessoa capaz de destruir seu felizes para sempre é ela própria.

Terminei a leitura de Encontra há alguns minutos e logo senti uma vontade desesperada de despejar tudo o que senti em palavras! Nessa resenha, diferente das outras, não vou dar detalhes sobre o enredo (você pode conferir detalhes na sinopse acima), mas vou contar um pouquinho sobre as emoções que senti e sobre as minhas impressões do livro.

Você já viveu a experiência de, assim que fechar um livro, olhar para os lados e não saber onde você está? Sentir que precisa enlouquecidamente voltar para aquele mundo que acabou de sair? Ainda não consigo definir como foi encerrar Encontrada e pensar "nossa, acabei...". Só sei que eu queria mais, eu queria muito mais!

Me senti exatamente como a Sofia em Perdida, quando a fada aparece e diz que ela terá que voltar, que acabou a viagem dela naquele tempo. A minha vontade era de gritar para a Carina: "Nãããããoo! Por favor, não me faça ficar longe dessa história tão linda, porque sinto que já faço parte dela!"

Eu posso estar parecendo uma louca falando desse jeito e, pode acreditar, nunca escrevi uma resenha tão diferente como essa. Mas eu senti que precisava. Preciso mostrar à vocês o quanto precisam se entregar à essa história, assim como Sofia se entregou ao século dezenove e ao amor de Ian.

Depois da leitura, percebi que despejar a frase "eu nasci no século errado" não é tão simples assim. Como é difícil para nós, que estamos acostumados com tanta mordomia, tentar viver em um século onde poucas coisas que conhecemos atualmente existem...

Sofia é uma personagem tão esperta e autêntica que não tem como não se encantar por ela. E Ian, bem, ele é um cavaleiro maravilhoso, mas é da Sofia e de mais ninguém, hahaha. Aposto que se você se apaixonar por ele, mesmo que platonicamente, é capaz de a personagem aparecer na sua frente e querer "quebrar o seu nariz", como ela mesmo diria.

A palavra amar não define o quanto me envolvi com esse livro. Só sei que quero mais! Não apenas mais Ian, Sofia e século dezenove... Eu quero mais Carina Rissi! O dom que essa mulher possui com as palavras ainda vai dar muito o que falar. Tenho certeza que, se pudéssemos dar uma espiadinha no futuro, veríamos todas as pessoas se referindo à ela como hoje se referem à escritores renomados.

Obrigada (valeu!) por dividir um pedacinho do seu mundo conosco, Carina!   Ah, e obrigada ao meu noivo Rafael (que por sinal, tem esse nome na história, e o personagem é tão romântico quanto o meu amor) por ter me dado esse livro de presente. Você é meu passado, meu presente, meu futuro, minha vida!

"Escolher Ian foi simples, natural como respirar. Não dava para viver com o coração batendo fora do peito e morando em outro século." Pág. 10

8 comentários:

  1. Ola ameei a sua resenha simplesmente falou td o q eu senti ao ler perdida e tomara q encontrada chegue logo n minha casa... Rs. Essa autora vai mt longe, eh mt talento envolvido. Parabens tmbm pela resenha eu posso dizer q me senti exatamente igual ao ler esse maravilhoso livro...

    ResponderExcluir
  2. Olá Andresa ..

    Nossa quando eu terminei o livro me senti do mesmo jeito. Como pode ter acabado? É tão maravilhoso que você não quer desgrudar do livro...
    Eu com toda certeza estaria com o nariz quebrado, por que sinceramente acho impossível não se apaixonar por Ian.
    A Carina é realmente uma autora maravilhosa e uma fofa. Estou louca para ler tudo o que ela escreve.
    Bjs
    Amanda

    http://blog-emcomum.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Aiiiii que linda resenha, fiquei até emocionada!!! Parabéns pelo noivado lindo também *-*

    Não vejo a hora de ler Encontrada!! Amei demais Perdida.

    Beijos
    Nati

    www.meninadelivro.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oiii...
    Ahhh Sofia minha doce Sofia.....
    Eu já li #Encontrada# e posso dizer que ameiiii, é simplesmente uma leitura maravilhosa.
    Eu ri eu chorei me apaixonei, mr surpreendi com o final de Nina.. nossaa tudo a ver.
    Carina sabe como escrever um bom livro.
    Só lamento por ele ter acabado, alias pq eles acabam?? Queria ler pra vida toda...
    Parabéns Carina, amei Perdida e Encontrada♥ Assim como amei Procura-se um marido..

    ResponderExcluir
  5. Não li nenhum (nem Encontrada nem Perdida), mas não sei se irei gostar. Tipo, sua resenha foi legal, mas esse gênero não me conquista de forma alguma.

    The Lord of Thrones

    ResponderExcluir
  6. Meu deus, eu já estava morrendo para ler Encontrada e depois da sua resenha eu estou simplesmente desesperada! Eu amei Perdida e sinto que vou amar muuuuito mais Encontrada.

    Beijos,
    http://rehabliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. O livro e maravilhoso, impossível não se apaixonar pela história de Sofia e Ian e não sofrer com seus conflitos! Espero que seja uma trilogia, porque essa história ainda pode render bons frutos.

    ResponderExcluir
  8. Ameeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeei demais Perdida, Encontrada, Sofia, Ian, Elisa, Teodora, Madalena, Senhor Gomes, *-* Tudo, tudo mesmo! Acabei de acabar, rs de ler Encontrada e to com um pedaço do meu coração faltando, com aquela sensação de "Meu Deus, o que eu vou fazer agora? Cadê o século 19? Para ser mais precisa 1830?" A leitura é maravilhosa, o enredo emocionante e o jeito que a Carina escreve é incrível! Quero mais SofIan também! Quero mais 1830! Quero mais casinhas, esponjas e hidromel, rs! Beijos e valeu! s2

    ResponderExcluir

• Escreva um comentário e deixe uma blogueira muito feliz!

 
Minima Color Base por Layous Ceu Azul editado por Anderson Vidal